Fruta que Pode Aumentar Número de Neurônios

É possível aumentar o número de neurônios?

Esse é o último artigo da nossa série “Cérebro: Mitos e Verdades”. No primeiro post derrubamos o mito de que usamos apenas 10% de nosso cérebro, e no segundo, o de que os seres humanos têm 100 bilhões de neurônios. Hoje, investigaremos uma descoberta que promete dar o que falar nos próximos anos: uma suposta fruta que pode aumentar nossos neurônios.

Fruta promove o crescimento de neurônios

Pesquisadores da Universidade Federal do Pará (UFPA) descobriram, por acaso, que um fruto exótico possui propriedades jamais imaginadas. O camapu é capaz de promover o crescimento de neurônios. Na realidade, o chá do fruto começou a ser estudado com a intenção de diminuir a inflamação do sistema nervoso central, porém, a partir da citada descoberta, o foco da pesquisa foi totalmente alterado.

Leitura recomendada: saiba qual é o remédio que promete aumentar sua capacidade de raciocínio em até 150%! A pílula da inteligência existe? Mito ou verdade?

Ajuda no tratamento de doenças neurológicas

A referida descoberta pode ajudar pacientes com doenças neurológicas, como perda de memória, depressão e Alzheimer. Os experimentos já foram realizados em ratos. O próximo passo é testar em primatas, e por fim, nos seres humanos.

Embora os estudos tenham iniciado há apenas 5 anos, os resultados já podem ser considerados uma revolução para a indústria farmacêutica, apesar dos pesquisadores admitirem que ainda resta muito a ser feito. Esses resultados já foram apresentados para um conselho científico e o encaminhamento a ser efetuado consiste em um estudo de habilidades, pois é necessário saber como a planta se comporta.

Ainda vai demorar até que esses resultados sejam convertidos em medicamentos. Contudo, há esperança de que, por um preço acessível, eles possam ajudar muitas pessoas.

Sua opinião:

E então, o que achou de nossa série sobre o cérebro? Comente logo abaixo!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

error: Conteúdo protegido!