Temos Menos Neurônios do que Pensávamos

100 bilhões de neurônios?

Esse é o segundo da nossa trinca de posts Cérebro: Mitos e Verdades. No primeiro post derrubamos o mito de que utilizamos apenas 10% de nosso cérebro. Hoje traremos evidências científicas que comprovam que nem todos os seres humanos têm 100 bilhões de neurônios. Mas primeiro, vamos entender um pouquinho mais sobre as partes de nosso cérebro.

Partes que constituem o encéfalo

Tecnicamente, chama-se encéfalo todo o sistema nervoso contido na caixa craniana, que por sua vez é dividido em diferentes partes. Uma delas é o cérebro, que é menor do que o encéfalo em si, e é constituído por dois hemisférios cerebrais, que alojam principalmente o córtex cerebral.

Uma segunda parte do encéfalo se chama cerebelo, termo oriundo do latim e que se refere ao diminutivo de “cérebro”. O cerebelo é todo enrugado e muito parecido com o cérebro, mas apresenta um tamanho menor.

Outra região do encéfalo é o tronco encefálico, que é uma espécie de talo do cérebro que se comunica com a medula espinhal, parte do sistema nervoso que fica no interior da coluna vertebral. Portanto, tem-se o encéfalo dentro da caixa craniana, enquanto a medula se localiza no interior da coluna vertebral.

Em meio a essas grandes divisões, existem muitas outras subdivisões, cada vez menores à medida que se vai do macroscópico para o microscópico.

Nova técnica para a contagem de neurônios

Em uma série de trabalhos científicos embasados no uso de um novo método para a contagem de neurônios e outras células do cérebro de várias espécies de animais, inclusive do Homem, o objetivo era questionar algumas das principais crenças sobre a quantidade de neurônios (e seu significado) e de outras células presentes no sistema nervoso central.

Nessa nova técnica, pedaços de tecido cerebral são colocados dentro de uma espécie de pilão. Embora as células sejam destruídas, o núcleo, local que abriga o DNA, é preservado. No sistema, tem-se acesso a uma espécie de “sopa” de núcleos, que formam um meio homogêneo. Depois, uma amostra dessa “sopa” é retirada e levada ao microscópio para que seja realizada a contagem.

Por meio da utilização de marcadores bioquímicos, é então possível identificar os núcleos pertencentes a neurônios e computar o número destes que estão presentes na referida “sopa”.

Número real de neurônios do cérebro humano

O senso comum costuma citar que temos 100 bilhões de neurônios em nosso cérebro. De fato, há até livros com a frase “100 bilhões de neurônios” nos títulos. Na verdade, a média encontrada experimentalmente em indivíduos com idades entre 50 a 70 anos, foi de 86 bilhões de neurônios.

Mais um mito derrubado! No terceiro post apresentaremos a planta que promete aumentar o número de neurônios, seria verdade?

Fonte: http://superinteligente.club/cerebro/

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

error: Conteúdo protegido!